Denuncias

DESAPARECIMENTO

DE MENORES

Mais Info

Abuso

E EXPLORAÇÃO

SEXUAL DE MENORES

Mais Info

Galeria

DE DESAPARECIDOS

MENOR E MAIOR DE 18

Mais Info

Quem Somos

A Associação Portuguesa e Crianças Desaparecidas foi formalmente constituídda em 10 de Setembro de 2007 por um grupo de sócios fundadores entre os quais, além de profissionais como Dra. Patrícia Cipriano, e Dr. Pedro Vaz Serra, se destacam os pais e familiares de Reui Pedro e de várias outras crianças portuguesas que tragicamente desapareceram, sem que até hoje, delas haja qualquer notícia.

Foi da angústia, mas tambem da enorme esperança e força de vontade destas pessoas, que surgiu o projecto que hoje a APCD abraça.

A Associação é de âmbito nacional e têm por objectivo principal auxiliar as ciranças desaparecidas e respectivas famílias, através de um sistema de recolha e divulgação de informação que, em estreita colaboração com os órgãos responsáveis pela investigação criminal e sempre no respeito pela competência exclusiva dos mesmos na respectiva matéria, possa contribuir para a localização daquelas, no mais curto espaço de tempo.

A APCD desenvolve individualmente, e através de parcerias estratégicas, um programa de acção de colmate, na medida do possível, as necessidades que as famílias das crianças desaparecidas sentem, quer ao nível social e psicológico, quer ao nível jurídico.

Este é um projecto específico, que pretende em Portugal ser pioneiro em determinadas iniciativas e frentes, sendo um pilar fundamental de apoio à investigação de casos de crianças desaparecidas e um motor de constante desenvolvimento de propostas, no que respeita às técnicas de prevenção e investigação dos desparecimentos.

O plano de acção visa a sensibilização e a informação, da socidedade em geral, nomeadamente, jovens profissionais de saúde segurança social, comunicação social, forças de segurança e educadores, e famílias em particular, sobre as causas mais frequentes de desaparecimento, e bem assim, as técnicas de prevenção que podem obstar a uma situação de desaparecimento.

Outros objectivos da APCD:

Proporcionar à criança, a sua reintegração familiar e comunitária após o aparecimento.

Apoiar e acompanhar a família no seu todo ou através de alguns dos seus elementos, durante o desaparecimento e na fase posterior ao mesmo.

Colocar e integrar Redes de Apoio Social Integrado existentes e dinamizar  a construção de novas redes de suporte.

Divulgar e denunciar as práticas abusivas e condutas inadequadas que possam facilitar o desaparecimento de menores.

Fomentar e colaborar em estudos e investigações sobre a problemática das vítimas de desaparecimento e respectivas famílias.

Colaborar com os meios de comunicação social para a divulgação de situações de desaparecimento, aliciando-a para protagonizar uma papel fundamental na prevenção dos desaparecimentos de Crianças/Jovens.

A APCD, no desenvolvimento do seu plano de acção, coloca ainda ao dispor da comunidade, folhetos e publicações periódicas, que poderão ser daquiridos peos interessados, ou desacarregados no sítio da Internet.

A união faz a força, e o problema do tráfego de crianças, da pedofilia, do abandono da casa paterna por jovens adolescentes, e outras causas frequentemente associadas ao desaparecimento, apenas pode ser atenuado se a sociedade civil, o Estado e as instiuições, congregarem esforços para o combaterem ou eviarem.

É esta a panorâmica geral dos objetivos da APCD, objectivos que se querem e são Sociais.

A APCD está atenta ao pulsar da sociedade e procurará responder a adequar a sua intervenção de forma convergente às necessidades emergentes, quer das famílias, quer das crianças, quer da sociedade em geral.

Toda a sua acção é regida por elevados padrões de rigor e isenção, quer ao nível as actividades, quer ao nível orçamental.